O seu site de Tecnologia Digital aplicada à Música. Aqui você encontra informações técnicas relativas à construção de seqüências MIDI, gravações de áudio, loops, compactação de arquivos, manuais traduzidos para o português de softwares musicais consagrados, download de softwares, plug-ins e utilitários para quem utiliza a informática como ferramenta musical, além das notícias mais atuais do que está acontecendo no mundo da música digital.

GUIAS E VÍDEOS EM PORTUGUÊS   DICAS E ARTIGOS ON-LINE     DOWNLOADS     AUDIO E MIDI NO LINUX   BALCÃO DE TESTES     NOVIDADES    FALE CONOSCO


 

Yamaha Motif - teclado sampler e workstation


Motif

A linha de sintetizadores MOTIF tem como enfoque principal a integração de recursos para a produção de música em MIDI e áudio. Os três modelos disponíveis têm a mesma máquina de síntese e os mesmos recursos de seqüenciamento, e diferem apenas no tamanho do teclado. A capacidade sonora do MOTIF, isto é, as amostras de sons disponíveis para a criação dos timbres está armazenada no equivalente a 85 MB de ROM (se convertidas para formato linear de 16 bits), e muitas delas são as mesmas utilizadas no sintetizador S80/S30, série EX e série 9000Pro. Além disso, há novas amostras, incluindo várias de bateria também disponíveis no Yamaha RS7000. O MOTIF possui ainda um conjunto de timbres compatível com o padrão General MIDI (GM), e pode receber até três placas de expansão de síntese da Yamaha. É também um dos primeiros instrumentos musicais a oferecer conexões de alta velocidade USB e mLAN.


Seqüenciador e sampler integrados

O coração do MOTIF é o Integrated Sampling Sequencer, que combina perfeitamente os processos de gravação de áudio e de MIDI, dando assim uma extrema liberdade à criatividade musical. O seqüenciador oferece métodos de gravação tanto linear quanto em padrões, incluindo o modo padrão “Song Mode”, para a gravação de dados de MIDI e de áudio de forma linear, do princípio ao fim (similar ao processo usado na maioria dos softwares de MIDI e áudio). A capacidade de gravação MIDI vai até 200.000 notas, e a de gravação de áudio ultrapassa 6 minutos (em stereo, a 16 bits / 44.1 kHz, desde que com dois pentes de memória SIMM de 32MB instalados).

Na era da produção musical informatizada, a integração dos meios de corte e colagem de diferentes seções de música (“motifs”), em MIDI ou áudio, passa a ser uma necessidade essencial para a viabilização do processo de criação. Para isso o MOTIF destaca quatro recursos que simplificam bastante este processo:

Pattern Mode:

Este modo permite criar os segmentos da música (introdução, estrofe, estribilho, finalização, etc) como elementos individuais, antes de se decidir a forma final.

Integrated Sampling Sequencer:

O MOTIF possui meios diferentes para se gravar frases de áudio. O primeiro modo, chamado de “Sampling With Note” é ideal para quando se quer apenas adicionar trechos de áudio numa música. Nesse modo, pode-se gravar trechos de vocal ou guitarra, por exemplo, enquanto se ouve a execução de trilhas de MIDI já gravadas. Após gravar o áudio, o Integrated Sampling Sequencer cria automaticamente um registro de sample para ele, mapeia-o no teclado e insere uma nota MIDI no padrão que está sendo usado, no tempo apropriado. Dessa forma, caso se queira usar a mesma frase em outro ponto da música, basta dispará-la com aquela nota MIDI, ao invés de se ter que gravá-la de novo (o que gastaria mais memória). Ao final da produção da música, todas frases tocarão em seus respectivos tempos. O segundo modo, chamado de “Slice With Sequence”, leva o conceito de integração ainda mais longe. Nesse modo, quando se grava um trecho de áudio, o MOTIF analisa-o, recorta-o em pedaços (baseando-se nos picos de amplitude e divisões de tempo) e então gera uma seqüência MIDI extremamente precisa, que dispara cada um dos pedaços. Essa é a chave da perfeita integração de MIDI e áudio do MOTIF, pois quando o processo de gravação termina, pode-se alterar o andamento da seqüência sem afetar a afinação do áudio gravado, ou ainda usar grades para alterar o tempo e a intensidade das notas dentro de um loop de bateria, por exemplo.

Realtime Pattern Chain Record:

Uma vez gravadas todas as partes de MIDI e de áudio, o MOTIF permite que se rearranje toda a música, em tempo-real, usando-se os botões de Section, Mute e Song Scene, para ouvir instantaneamente as diferentes possibilidades. Além disso, pode-se registrar essas performances como “Pattern Chains” e editá-las com precisão de eventos individuais, ou então convertê-las para formatos “lineares”, como uma música completa. Aqueles que estão acostumados a trabalhar com grooves, como no Yamaha RM1x, sabem como esse processo de criação por remixagem pode gerar sempre novas idéias.

O MOTIF vem com 4 MB de memória para samples (áudio), mas pode ser expandido para até 64 MB usando pentes de memória comuns do tipo SIMM de 72 pinos, usados em computadores PC. Isso dará uma capacidade de 6 minutos e 20 segundos de gravação stereo em 16 bits / 44.1 kHz. Além dos recursos de gravação de áudio já mencionados, o MOTIF pode importar samples em formato WAV ou AIFF, e dispõe de funções apropriadas para importar arquivos dos samplers Akai S1000/S3000 e Yamaha A3000/A4000/A5000, inclusive com habilidade de reconhecer os mapas de samples e parâmetros de programa. Isso expande a biblioteca de timbres do MOTIF a centenas de CD-ROMs de samples disponíveis no mercado.


Controlabilidade

O painel do MOTIF possui quatro controles deslizantes (sliders) e quatro botões rotativos (knobs), que atuam como 16 knobs e 16 sliders quando usados com as funções de controle em tempo-real. Com esses controles, pode-se ajustar imediatamente reverb, chorus, pan, corte e ressonância do filtro, ataque e release da nota e equalização, e ainda mais quatro parâmetros definidos pelo usuário. No modo “Mix”, esses controles atuam em conjunto com os botões de seleção de trilhas, oferecendo toda a capacidade de um mixer de 16 canais.

Para aqueles que usam softwares seqüenciadores no computador, o MOTIF é a realização de um sonho. No modo “Remote Control”, pode-se controlar os recursos dos softwares mais usados no mundo (Cakewalk, Cubase, Logic Audio e Pro Tools), como silenciar (“mute”) trilhas, comandar o transporte da seqüência, ajustar a mixagem das trilhas, etc.

O arpejador do MOTIF é outro destaque. Além de uma enorme gama de seqüências rítmicas, ele possui também padrões “humanos”, tais como batida de violão (“strumming”) ou trinado de flauta, por exemplo. Ao invés de tentar duplicar essas execuções com algoritmos complicados, o MOTIF as cria usando gravações MIDI feitas por músicos reais. Obviamente, como o arpejador é parte integrada do sistema do MOTIF, pode-se incluir as execuções de arpejos para dentro de uma música, e também importar novos arpejos de Standard MIDI Files.


Pronto para todo tipo de expansão

Diferentemente de outros fabricantes, as placas de expansão da Yamaha adicionam novos sintetizadores e não somente novos timbres. O sistema de expansão “Modular Synthesis Plug-in” permite adicionar ao MOTIF novas máquinas de síntese. Cada placa de expansão é equipada com seu próprio sintetizador e respectivos processadores de efeitos, adicionando não só mais timbres e efeitos, mas também mais polifonia e partes timbrais, sem consumir processamento do MOTIF. A Yamaha dispõe de uma variedade de placas de expansão, incluindo síntese por modelagem física, síntese FM (DX7), harmonizador de vocal, e outros. O MOTIF pode receber até três placas de expansão dessas, o que permite ampliar a sonoridade do instrumento dentro das necessidades específicas de cada artista.

Para ampliar a capacidade de armazenamento, o MOTIF vem com uma porta SCSI, que permite conectar um disco rígido (HD), um Zip® drive, ou um drive de CD-ROM. A nova interface SCSI possibilita transferência mais rápida, dentro das necessidades do músico moderno. As amostras também podem ser salvas em cards SmartMedia®, que também servem para armazenamento de músicas MIDI (SMF).

Dentro da tendência atual dos computadores PC e Mac, o MOTIF também já vem com conexão USB (Universal Serial Bus), que permite a transferência seria de dados em alta velocidade. Mas a grande novidade mesmo é a conexão mLAN, um padrão criado pela Yamaha em cima da conexão FireWire, para transferir enormes quantidades de dados de MIDI e de áudio. A capacidade de transferência da mLAN é enorme, o que permite a conexão total de todos os sistemas de MIDI e áudio de um estúdio. O MOTIF está preparado para receber uma placa de conexão mLAN da geração atual e para as próximas expansões e novos produtos mLAN. Além disso, o MOTIF pode receber uma outra placa de expansão AIEB1, que permite ter mais seis saídas analógicas de áudio e saídas digitais S/PDIF (elétrica e óptica).


ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

  • Teclado: MOTIF 6: 61 teclas (sensibilidade a key velocit e aftertouch); MOTIF 7: 76 teclas (sensibilidade a key velocit e aftertouch); MOTIF 8: 88 teclas com ação de piano (sensibilidade a key velocit e aftertouch);
  • Geração de timbres: tecnologia AWM2 (Advanced Wave Memory v.2);
  • Partes timbrais: 16 + 1 (áudio) + 18 (máximo com placas de expansão);
  • Polifonia: 62 notas (ampliável com placas de expansão);
  • Efeitos: 12 tipos de reverb; 25 tipos de chorus; 25 tipos de efeitos em Insertion1; 104 tipos de efeitos em Insertion2; 25 tipos de efeitos em Variation; EQ;
  • Timbres: Presets (384 normais + 48 kits de bateria); GM (128 + 1 kit de bateria); User (128 normais + 16 kits de bateria); Plug-in Presets (64 para placas AN, PF e DX; 96 para placa VL); Plug-in User (64 para cada placa instalada);
  • Performances: 128 User;
  • Master Controller: 128 User;
  • Arpeggiator: 256 Presets; 128 User;
  • Sampler: 4 MB de memória; expansível até 64 MB usando 2 pentes SIMM; resolução de 16 bits / 44.1 kHz; máximo de 256 waveforms (multisamples);
  • Seqüenciador: 200.000 notas; resolução de 480 ppq; até 64 músicas com 16 trilhas (cada um pode ser usada como trilha de loop); 256 phrases;
  • Expansões: 3 slots para placas Modular Synthesis Plug-in; 1 slot para mLAN8E ou AIEB1; 2 slots para expansão de memória SIMM 72 pinos;
  • Memória externa: slot para card SmartMedia; conexão SCSI para acoplar Zip drive, disco-rígido ou drive de CD-ROM;
  • Controles: 1 roda de pitchbend; 1 roda de modulation; 1 slider de volume; 4 sliders programáveis; 4 knobs programáveis; 1 ajuste de volume de entrada;
  • Conexões: 2 saídas de áudio (L/R); 2 saídas de áudio endereçáveis (L/R); 2 pedais controladores;1 pedal de sustain; 1 pedal de on/off; MIDI In, MIDI Out, MIDI Thru; 2 entradas de áudio (L/R; mic/line); 1 entrada p/ controle por sopro; 1 saída stereo para headphone; porta SCSI; porta USB; 1 saída óptica Tos-Link;
  • Dimensões e pesos: MOTIF 6 (105x40x14 cm; 16 kg); MOTIF 7 (126x40x14 cm; 18 kg); MOTIF 8 (146x47x17 cm; 28 kg);
  • Placas de expansão: PLG100-XG (sintetizador GM/XG); PLG150-AN (sintetizador analógico); PLG150-DX (síntese FM do DX7); PLG150-PF (piano acústico); PLG150-VL (síntese p/ instrumentos de sopro); PLG100-VH (harmonizador de vocal);




 

 

 

Copyright 2007 by MUSICAUDIO